No início de março, Rachel, do site Zelda Dungeon, postou uma análise interessante sobre a ausência dos pais de Link na série Legend of Zelda (leia o post aqui). Talvez você nunca tenha reparado, mas se for fã da série você provavelmente já sabe que, de fato, eles nunca nos apresentam o pai e mãe de Link.

“A única vez que os pais de Link são mencionados é em Ocarina of Time. No jogo, o recém brotado Deku Sprout explica a Link que sua mãe morreu trazendo-o para a segurança da floresta Kokiri quando criança, mas o foco principal da conversa não é o destino dos seus pais, mas sim, sua herança Hylian“, afirma Rachel.

De acordo com Rachel, já que Link não tem família*, ele tem “pouquíssimo incentivo pessoal para se tornar o salvador”. O único game que possui “incentivo pessoal” é Wind Waker, já que Link começa sua jornada para salvar a irmã que foi raptada. Em todos os outros títulos da série, ele simplesmente “está destinado” a ser o salvador.

Eu tenho uma opinião diferente. Eu não acho que a falta da figura dos pais é uma falha nem que a existência dos pais seria relevante à série. Eu sempre vi Link como o tipo de herói que se compromete com a aventura simplesmente porque não tem nada a perder… quero dizer, se ele não tem família (ou pelo menos nunca nos foi apresentada) então ele não tem nada com que se preocupar a não ser seu destino e bem-estar, portanto ele tem a motivação para salvar a Princesa Zelda.

*Só pra deixar claro que, por família, me refiro a pai e mãe. Na série conhecemos parentes de Link, mas nunca pai e mãe.

O que você acha?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s