Grim Fandango Remastered é idêntico ao original, e isso é ótimo!

Embora tenha sido um fracasso comercial, Grim Fandango (LucasArts, 1998) é considerado cult, um clássico do gênero adventure. inspirado pelos filmes noir e pelo folclore mexicano do día de muertos. Este ano ele recebeu uma remasterização, isto é, uma nova versão aperfeiçoada e em alta definição – a chance perfeita para relembrarmos este grande jogo e para as novas gerações o conhecerem (além disso, é ótimo poder jogar Grim Fandango no Mac!).

Grim-Fandango-1

Quando Grim Fandango Remastered foi anunciado na E3 2014* com gráficos em alta resolução, logo de cara imaginei que eles fossem refazer o jogo inteiro (embora, por definição, remaster não seja remake), com cenários melhorados, personagens remodelados, shading e iluminação realistas, etc. (algo parecido com este projeto incrível), mas não foi o que aconteceu… o que a Double Fine fez foi só re-trabalhar algumas texturas, dar uma melhorada na iluminação e orquestrar a trilha sonora – esta última a mais notável mudança. Só que, depois de jogar Grim Fandango Remastered, percebi que eles fizeram a coisa certa! Simplesmente porque a Double Fine entregou exatamente a mesma experiência que eu tive com 12 anos. Grim Fandango é um dos meus jogos favoritos e seria horrível jogar, hoje, algo diferente do que joguei quando era moleque (jogar em inglês, por exemplo)… então no fim das contas, não ter mexido muito no jogo foi a melhor decisão da developer. E eis porque Grim Fandango é tão bom:

Grim-Fandango-3

O roteiro é super original

Você é Manuel Calavera, um agente de viagens na Terra dos Mortos, buscando pagar os débitos da sua vida em carne e osso, com a venda de pacotes de viagem para clientes do além mundo. Mas Manny só recebe clientes ruins, o que torna o trabalho um tanto difícil. Até que aparece a santa Mercedes Colomar, merecedora de um bilhete no trem Nº9 e seu passaporte para o descanso eterno! Ela, porém, desaparece, então Manny e seu colega demônio Glottis têm que viajar aos confins da Terra dos Mortos para encontrar Mercedes e salva-la dos perigos do mundo subterrâneo.

Os puzzles são um tanto vagos, e eu gosto

Uma das características que fazem um bom adventure dos anos 90 é a complexidade dos puzzles. As respostas para todos eles estão nos diálogos, claro… mas para os padrões atuais, é até estranho explorar os diálogos tanto assim, já que as histórias hoje são contadas de maneira mais linear/direta. Mas é bom usar o cérebro de vez em quando, eu gosto de puzzles difíceis (quem jogou The Dig entende), gosto de explorar todas as opções de diálogo com cada personagem, de me aprofundar na história e de tentar usar cada item em todas as combinações possíveis.

Grim-Fandango-2

No entanto a complexidade (ou vagueza) dos desafios às vezes te deixa perdido, andando de lá pra cá – e os cenários de Grim Fandango não são pequenos! – procurando por pistas. Eu fiquei sem saber o que fazer várias vezes, afinal de contas já fazia ao menos uns 10 anos que eu não jogava o game, como quando no Ano 2, você precisa falsificar um bilhete de corrida de gato e não consegue encontrar em lugar nenhum os números corretos para colocar na maquininha… ou na hora de ativar o alarme de segurança no embarque do dirigível.

A dublagem é maravilhosa


Em uma época que discutimos os prós e contras da dublagem e localização dos jogos da atual geração, um dos maiores prós de Grim Fandango é a dublagem em português… ou melhor, “portunhol”. Na minha opinião, sua dublagem é a melhor de todos os games, deixando no chinelo mesmo bons trabalhos como Assassin’s Creed IV: Black Flag, The Last of Us e Batman: Arkham Origins. Isso porque a dublagem de Grim Fandango tem muita personalidade! As vozes são memoráveis, a atuação é excelente e o “portunhol” é cômico mas genial e dá o tom correto ao jogo. É tão bom, que confesso nunca ter sequer escutado o áudio original em inglês – para mim, Grim Fandango sempre foi e sempre será em português.

Glottis é um dos melhores personagens secundários

Quem cria games quer fazer o jogador se aproximar do protagonista, claro, para que aquele possa se colocar no lugar do personagem – isto é imersão. Os protagonistas de GTA fazem isso muito bem… Edward Kenway nem tanto. Já personagens secundários costumam permanecer secundários, mas não em Grim Fandango, graças ao demônio Glottis. É um personagem secundário mas com papel importante no jogo, sendo peça chave para vários puzzles e com quem você cria um vínculo muito forte, graças à sua personalidade, seu jeito bonzinho e divertido – vínculo que só aumenta depois que ele revela seu amor por hot-rods, seus problemas com álcool e apostas em corridas de gatos. Ah, eu amo o Glottis!

Grim-Fandango-6

Se você me perguntar, eu digo: jogue Grim Fandango! É um dos melhores adventures, criado por Tim Schafer – um dos maiores nomes da indústria, a versão remasterizada é uma página dourada na história do entretenimento e o jogo é tão excitante e desafiador quanto era em 1998. Caso não tenha jogado esta maravilha na década retrasada, é a melhor oportunidade de experimentar uma obra prima dos games; ou se você é como eu e jogou Grim Fandango no passado, tem a desculpa perfeita para reviver as aventuras de Manny Calavera.

*Na época eu estava em dúvida se comprava o Xbox One (por causa do controle maravilhoso) ou o PS4 para fazer par com meu Wii U, e foi justamente Grim Fandango Remastered (na E3 anunciado como exclusivo para PS4) que matou a minha dúvida e me fez comprar o console da Sony. Qual a minha surpresa quando Grim Fandango Remastered saiu também para Mac, que foi a versão que comprei, claro… afinal este jogo deve ser jogado no computador.

Flávio

Me formei na faculdade de Design em 2007, sou apaixonado pela minha profissão, por rock'n'roll, cozinhar, jogar video game, por Star Wars e hamburger. Colaborador do Greenpeace e Médicos Sem Fronteiras.

O que você acha?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s