Tem alguma coisa em Nidhogg (Messhof, 2014) que o torna impossível de largar. O jogo de esgrima, que meu irmão conheceu pelo canal Smosh e parece inspirado no fliperama Great Swordsman (Allumer, 1984), é um duelo pela sobrevivência, onde dois jogadores se digladiam para alcançar os louros em uma cruel arena de combate. Foi bem poético para descrever um jogo que nada mais é que uma corrida frenética – banhada em sangue – pela vitória.

Em Nidhogg, dois jogadores precisam chegar ao fim de uma sequência de telas, impedindo que seu adversário chegue primeiro. Armado com uma espada de esgrima (conhecida como épée), você pode correr, pular e atacar, arremessar sua espada, abater seu adversário no soco e arrancar seu coração. Mas a real beleza das lutas está na esgrima: contrariando o ritmo acelerado das partidas, é importante avaliar cada movimento seu e do seu inimigo, escolher a melhor posição para atacar, se defender e desarmar o oponente. Cada ação em Nidhogg tem um elemento de risco, e nenhum momento de triunfo ou derrota dura mais que um segundo. Quem morrer, nasce de novo poucos segundos depois. Quem chegar até o final tem a honra de ser devorado pela serpente homônima da mitologia nórdica Níðhöggr.

O extravagante estilo pixel art torna o jogo inconfundível. A simplicidade permite que os jogadores foquem na ação e na estratégia. A estética oitentista – mesclada com uma vívida paleta de cores vibrantes – torna cada encontro único, cada morte épica. Apesar da pegada retrô, os gráficos são atuais e modernos: cada uma das quatro arenas do jogo é recheada de detalhes, fumaça e engrenagens, esquilos e cachoeiras. Eu adoro como as cores dos personagens contrastam com os fundos, e como o sangue jorra colorindo a tela. Para completar a estética, a trilha sonora eletrônica produzida pelo músico americano Daedelus.

Nidhogg é um jogo curto e é possível ver tudo em meia hora. Mas não se deixe enganar, a rejogabilidade é infinita – e se você juntar uma penca de amigos pra jogar, melhor ainda. A mistura da mecânica única de ataque vs. defesa, com seu visual fantástico e distinto, fazem de Nidhogg uma experiência original e indispensável.

O que você acha?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s