Quase 20 anos se passaram desde que os fãs de games e heavy metal foram surpreendidos pelo shoot’em up Ed Hunter (Synthetic Dimensions, 1999), lançado em companhia do disco homônimo, e agora o Iron Maiden recebe um novo video game inspirado em seu legado na história do rock e na cultura pop em geral.

Legacy of the Beast (Roadhouse Interactive, 2016) é um RPG baseado em turnos com alguns elementos de ação em que você acompanha o mascote Eddie numa jornada através do espaço-tempo em busca dos fragmentos perdidos de sua alma, tudo enquanto salva o mundo. O enredo é clichê mesmo, mas veste bem a proposta de apresentar em formato interativo a música e imagética do Iron Maiden; quero dizer – e digo sem desmerecer ninguém –, não há necessidade de uma super história original para satisfazer a alegria dos fãs da banda inglesa que vão jogar o game.

Se a história é dispensável, o game compensa nos gráficos. A tela de loading elegante, com frases no estilo The Sims e arte que abusa do efeito parallax já te deixam animado para o que está por vir. Todo o visual lembra as capas dos discos do Iron Maiden – dos menus, aos títulos das fases e nomes dos personagens, aos inimigos antropomórficos vestidos de jeans e jaqueta de couro – e o destaque fica para os quatro mundos disponíveis (por enquanto), que parecem versões tridimensionais do single The Wicker Man e dos discos Powerslave, A Matter of Life and Death e The Number of the Beast, respectivamente.

Infelizmente, embora Legacy of the Beast seja inspirado na discografia do Iron Maiden, me impressiona o quão limitado é o sound design do jogo. São pouquíssimos efeitos sonoros, o guincho do Eddie é terrível e a trilha sonora é extremamente repetitiva – sério, mesmo com 16 álbuns de estúdio, a Roadhouse Games só conseguiu licenciar umas poucas músicas e mesmo assim colocou para tocar em loops que duram poucos segundos?! Não vai demorar para você desligar o som do celular.

legacy of the beast char

Quanto ao gameplay, como eu comentei, o jogo é um RPG com elementos de ação, que eu imagino ser para agradar os jogadores casuais ou quem não tem costume com o gênero mas que, no fim das contas, é um elemento a mais para imergir o jogador. Neste quesito acho que Legacy of the Beast pode conquistar a todos… é simples o suficiente para agradar àqueles que só querem jogar alguns minutos por dia mas tem uma árvore de evolução complexa o suficiente para não deixar os fãs de RPGs insatisfeitos; além do supracitado elemento de ação, que consiste em tocar a tela do smartphone para definir a qualidade do ataque, atribuindo-a à habilidade do jogador em vez de uma simples rolagem de dados.

Uma função curiosa é o botão de play que fica no topo da tela… ele liga um “modo automático” que controla os personagens e você só fica assistindo tudo acontecer sem interagir diretamente. Não sei se isto já existia antes em outros jogos, mas achei meio inútil.

legacy-of-the-beast

A melhor parte de Legacy of the Beast é, provavelmente, ser possível terminar o jogo sem gastar nem 1 centavo. O download é gratuito e o game oferece microtransações, mas em nenhum momento você é forçado a pagar para continuar jogando e isto é um ponto extremamente positivo especialmente no mercado atual – e deixa a sensação de que, com o jogo, o Iron Maiden está retribuindo pelos 41 anos de apoio e dedicação de seus fãs.

Eu recomendo Legacy of the Beast para qualquer pessoa que queira experimentar um RPG simples e divertido, não somente para quem é fã da banda. O jogo tem pontos positivos e negativos e, embora possa ser suficiente para a maioria, vai precisar de um pouco mais para se manter relevante e dificilmente deixará um legado dentro do gênero, mas ainda assim vale a pena jogar.

O que você acha?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s