O mundo que vivemos é muito agitado… tem um monte de coisas rolando ao mesmo tempo, notícias, eventos, trabalho, festas e claro, lançamentos de novos games a todo momento – e a gente parece que não tem mais tempo de jogar nenhum; e quando tem tempo, é só começar a jogar que em seguida surge outro game mais interessante… e aí nós pulamos de um para o outro sem nunca chegarmos ao fim de nenhum. As pessoas deveriam desacelerar um pouco e zerar mais games.

Durante toda minha vida gamer – que começou lá em 1989 com o Atari 2600 – só tive dois consoles destravados, o PS2 e o Wii. Podia parecer vantagem na época (ainda mais considerando que o mercado de games no Brasil cresceu em cima da pirataria) mas, no fim da vida destes consoles, eu tinha acumulado mais de 60 jogos para cada um, sendo que se joguei 10, foi muito.

Isso é muito ruim porque deixei de jogar games excelentes e, claro, deixei de terminar vários deles porque a oferta era bem maior do que eu conseguia acompanhar!

Mesmo tendo deixado para trás a vida de pirata, a oferta de games ainda é gigante – somando os consoles (hoje jogo regularmente no Wii U, 3DS e PS4), PC e mobile então, para garantir que eu jogue e, principalmente, termine todos os games da minha lista, estabeleci uma regra* de somente comprar um novo game após terminar o que estou jogando no momento! E sou mais feliz assim.

Olhe na sua estante… quantos jogos você tem, quantos deles você terminou e quantos estão ali só pegando poeira? Não me lembro de, quando criança, deixar qualquer game que fosse pegar poeira… eu jogava cada um deles com afinco! Claro, meu pai me dava dois cartuchos por ano, então eu tinha tempo de sobra pra jogar até tirar a última gota de cada aventura – um único jogo podia durar um ano inteiro.

Esta prática se perdeu ao longo das gerações [de consoles] e por isto cultivamos um backlog infeliz de mais e mais jogos inacabados. Sugiro resgatarmos a vontade de zerar nossos games! Ou melhor, transformar em um dever completar o jogo, e não só os bons porque mesmo um game que parece medíocre pode valer a pena jogar até o fim.

“O que me disseram é que a expectativa geral é que 90% dos jogadores que começam um game nunca verão o final a não ser que assistam a um vídeo no YouTube,” afirma Keith Fuller, produtor da Activision.

Considere experimentar minha regra, que comentei a pouco: só compre um novo game depois que terminar o que estiver jogando. Faz bem para o seu backlog e também para o seu bolso, pode acreditar. Eventualmente você irá perder alguns lançamentos, claro, mas isto não é ruim… pode ser que aquele jogo pelo qual o hype estava altíssimo não lhe pareça mais tão interessante depois de algum tempo; e assim ele dará lugar para outro game que você vai jogar até o fim.

*Esta minha regra só se aplica aos games da atual geração, eu não sigo a regra quando o assunto é minha coleção retro, mesmo porque já joguei a maioria daqueles games quando era criança.

Um comentário sobre ldquo;As pessoas deveriam zerar mais games

O que você acha?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s