Jogando Super Mario Galaxy 2 à moda antiga

Qual foi o último game que você zerou com um(a) amigo(a), irmã(o) ou parceiro(a)? Porque mesmo tendo feito isto recentemente, terminar um game com alguém sentado do seu lado está se tornando um cenário cada vez mais incomum. Por isso, para mim, foi tão valioso terminar Super Mario Galaxy 2 (Nintendo, 2010) com a minha amiga Vic!

Jogamos do jeito mais old school possível, passando os controles a cada fase completa ou vida perdida, além de receber um ou outro amigo de vez em quando para jogar também. Foram incontáveis horas na frente da TV, acompanhadas de Coca-Cola e pipoca, ficamos agitados, xingamos, a Vic quase morreu do coração algumas vezes (sério), mas comemoramos cada estrela conquistada* e chefe derrotado!

*Até a publicação deste post, ainda não tínhamos começado a coletar as estrelas verdes.

super-mario-galaxy-2-mario-yoshi

A Vic joga Super Mario Galaxy 2 muito melhor do que eu, mas sempre me forçava a jogar as fases e chefes mais desafiadores… ao menos até eu perder a paciência com o jogo, quando ela assumia os controles e fazia tudo parecer fácil. É aquele velho lance da Nintendo né, todo mundo consegue jogar, mas para dominar o game, é preciso suor e sangue.

Ela já zerou o game diversas vezes e sabia cada segredo e item escondido de cor mas, para mim, foi tudo novidade. Embora tenha comprado o jogo há anos, eu nunca havia nem colocado ele no Wii… meu irmão já tinha zerado e sempre falou que era excelente, a Vic falava a mesma coisa; e só agora eu percebi que eles têm total razão.

Super Mario Galaxy 2 é, provavelmente, o melhor jogo na biblioteca do Wii, e arrisco dizer até o melhor da franquia. A variedade de mecânicas, temáticas e gameplay é inacreditável; praticamente toda fase tem uma novidade ou uma nova aplicação para uma mecânica utilizada previamente e a Nintendo, cujas diretrizes de game design costumam seguir uma fórmula consagrada, foi capaz de mostrar uma criatividade sem limites de criação.

Super Mario Galaxy 2 constantemente me surpreendeu com toneladas de elementos pequenos, mas significantes, uma fase após a outra.

super-mario-galaxy-2-digga-leg

Gosto de como o Mario adapta alguns movimentos sem que seja necessário apertar nenhum botão, como se agarrar nas bordas das plataformas e subir, ou chutar o traseiro de inimigos caídos. Isto agiliza e facilita a jogabilidade, sim, mas o game não deixa de te recompensar por jogar de forma mais “tradicional”, dando uma moeda (que recupera vida) se você pular na cabeça de um inimigo, por exemplo.

Eu adoro a dimensão das coisas em Super Mario Galaxy 2: tudo é gigantesco, as plataformas, os inimigos, as galáxias, mas principalmente os chefes, e há uma satisfação muito grande em derrotar um monstrengo do tamanho de um planeta! O que dizer, então, da batalha final contra o Bowser… ÉPICA! 😱

mario_and_blimp_yoshiNão joguei o primeiro Galaxy, por isto adorei experimentar mecânicas herdadas do jogo original, como patinar no gelo e me equilibrar em bolas de borracha (para mim, elas lembram aquelas bolinhas pula-pula), e novidades como o encanador se transformando em uma bola de pedra, e o Yoshi iluminando um caminho invisível ou correndo feito louco após comer pimenta – esta, minha favorita.

A única coisa que não gostei no jogo – se é que há mesmo algo para não gostar – foi a câmera que, por melhor que seja e por mais bem adaptada, ainda teimava em falhar para mim em pontos críticos. Eu sei, é impossível prever todos os movimentos do jogador, principalmente em um game que desafia [literalmente] as leis da gravidade, mas aconteceram casos que perdi vida porque a posição da câmera não me permitiu antecipar o que ia acontecer – isto acontecia principalmente nas fases em que o Mario voa nas costas do pássaro Fluzzard.

super-mario-galaxy-2-ending

Mesmo com esse defeitinho, acho que o que podemos concluir deste review é que Super Mario Galaxy 2 excedeu todas as minhas expectativas. Nunca fui fã fervoroso dos jogos do encanador (mas amo Super Mario 64 e 3D World), então me sinto muito bem quando um game do Mario me prende e traz emoções como as que vivi nestas últimas semanas – uau, simplesmente uau! – e viver essas experiências com minha amiga do meu lado, jogando comigo, agregou ainda mais valor.

Flávio

Me formei na faculdade de Design em 2007, sou apaixonado pela minha profissão, por rock'n'roll, cozinhar, jogar video game, por Star Wars e hamburger. Colaborador do Greenpeace e Médicos Sem Fronteiras.

Uma resposta para “Jogando Super Mario Galaxy 2 à moda antiga

O que você acha?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s