Neste final de semana a galera se juntou para jogar That’s You (Wish Studios, 2017), um party game simplezinho que consiste, basicamente, em tentar adivinhar quais de seus amigos melhor se encaixam nas questões propostas, que são inteligentes, engraçadas ou completamente absurdas.

Nós jogamos revezando em grupos de seis participantes (o número máximo), e para isto foi preciso que cada um fizesse o download do companion app disponibilizado na AppStore e Google Play. Através do smartphone é que os jogadores escolhem suas respostas, além de usar o aparelho para desenhar nas fotos dos adversários e até escrever para preencher as lacunas de uma pergunta. Há também uma versão lite do jogo, chamada Pass It On, com foco em desenho, e que pode ser jogada sem o game do PlayStation 4, mas não experimentamos.

thats-you-briefcase

Ao iniciar That’s You – com a apresentação de um narrador que ziguezagueia entre charmoso e completamente bobo – abriu-se uma maleta e fomos transportados para um dos cenários do game, cada um representando um assunto diverso. O grupo pode ir parar em um trem, onde as perguntas serão relacionadas a viagens; ou em um sótão cheio de cabeças de bonecas e móveis empoeirados, onde as perguntas terão um teor mais macabro; ou até em uma delegacia de polícia, onde caberá a cada um descobrir qual de seus amigos seria um mestre do crime. A melhor parte é que, não só há uma boa variedade de cenários em That’s You, eles também são bonitos e ricos em detalhes, perfeitos para serem admirados por aqueles que estão esperando para jogar na próxima rodada!

Diferente de um jogo de Stop!, para marcar pontos o ideal é responder o mesmo que seus amigos; quanto mais respostas iguais, mais pontos ela vale, e aí a estratégia reside em gastar seus Jokers – moedas de aposta – para dobrar seus pontos nas questões que você tiver mais certeza que os outros também responderão igual. Parece estranho, mas funciona. As questões mais comuns são as de escolha, por exemplo “Qual jogador é mais provável ser preso em um país estrangeiro?” e aí todos precisam escolher quem melhor se encaixa na resposta.

Em um determinado momento, That’s You focou todas as questões em um jogador em particular, misturando opções de múltipla escolha, fotografias, desenho e respostas dissertativas. Às vezes as perguntas podem ser um pouco constrangedoras, como as cujo tema é “romance”… e é neste tipo de pergunta que você percebe o que seus amigos pensam de você – normalmente nada de bom. 😥 Nesta ocasião eu notei que minha amiga ficou bem inquieta, mas deu sorte que o jogo decidiu escolher a mim como alvo das perguntas sobre relacionamentos.

Em outra ocasião, houve uma prova de mímica, em que todos nós precisamos imitar uma careta e, depois, escolher quem foi melhor. Na rodada final, tiramos uma selfie seguindo uma sugestão de pose, que então foi passada de mão em mão, e aí nós desenhamos em cima, transformando os jogadores nas mais diversas personagens, de um vampiro a um bilionário excêntrico – com resultados hilários, claro.

thats-you-picture

Assim é uma partida de That’s You. Fácil de jogar, rápida e garante boas risadas, mas jogar com pessoas com quem você tem muita intimidade facilita as coisas, vou deixar avisado. Quando meu irmão baixou o jogo, estava de graça para assinantes da PS Plus, mas eu acho que valem os R$40, principalmente se você tiver uma galera disposta a se divertir com este tipo de game.

O que você acha?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s