Pois é, voltei a jogar Pokémon GO

Pokémon GO (Niantic, Inc., 2016) tem cerca de 5 milhões de jogadores ativos que jogam diariamente e mantém o game vivo e lucrando – quase US$2 bilhões –, sem contar aqueles outros 60 milhões que abrem o game esporadicamente para checar as atualizações ou matar o tédio.

Voltei a jogar recentemente, depois de mais de 1 ano, a pedido do meu primo André que trocou seu Windows Phone (que era ótimo) por um Android e agora tem acesso aos jogos disponíveis na Google Play, incluindo o app dos monstrinhos de bolso. Além disto, um dos meus colegas do trabalho joga diariamente e também deu um incentivo.

pokemon_go_arkit_ar_plus_screenshot

Dá pra dizer que, de lá para cá, bastante coisa mudou: a interface de realidade aumentada está mais imersiva, o clima do jogo muda e é possível trocar pokémon, entre outras mudanças bem-vindas que dão um sopro de ar fresco ao jogo, trazendo algumas das funcionalidades que os fãs pediam há tempos. Uma coisa é certa, porém; se você não gostou de Pokémon GO em 2016, também não vai gostar agora… afinal de contas, a mecânica base continua a mesma.

Mas o que eu gostei é que agora você não joga mais sozinho. Antes, toda “interação” com outros jogadores ficava limitada a batalhas contra seus pokémon nos ginásios, mas estes eram controlados pelo computador. Hoje você manda presentes para os amigos, troca os bichinhos como na época do GameBoy (com a chance d’ele se tornar especial) e pode formar grupos de até 20 jogadores para batalhar cooperativamente contra um chefão super forte (lembra deste trailer?) na chamada Raid Battle que, se vencida, garante itens especiais e até a chance de capturar o chefão. Cara, meu colega do trabalho tem grupos de WhatsApp em que combinam de se encontrar para fazer as tais das Raids. Isso é muito legal! Da primeira vez que participei de uma Raid Battle com eles, capturei um Tyranitar.

Retornando ao Pokémon GO, reparei que ainda não tinha um Gyarados e lembrei como era trabalhoso capturar Magikarp o suficiente para juntar as 400 candies necessárias para evoluir o bicho*. Para minha sorte, voltei a jogar em época de chuva e, como comentei anteriormente, agora o game conta com um sistema de clima, que não somente muda o visual e contribui para a imersão, como também aumenta a aparição de pokémon de água, por exemplo.

Infelizmente ainda não há batalhas PvP, isto é, um contra o outro, mas a Niantic promete esta atualização até o final de 2018. É um dos recursos mais requisitados pelos jogadores e, do jeito que Pokémon GO está atualmente, tenho certeza que a desenvolvedora vai fazer do jeito certo. Fico curioso de saber quais serão as recompensas para os treinadores que saírem vitoriosos dos duelos.

pokemon-go-plus

Para os mais aficionados – o que inclui aquele meu colega do trabalho – há o Pokémon GO Plus, um acessório bluetooth que se conecta ao smartphone e permite realizar ações básicas como capturar um monstrinho ou coletar itens. Lançado em 2017, ele é a companhia perfeita para aqueles que querem curtir o jogo – ou estão em uma fase mais compulsiva – sem precisar puxar o celular do bolso.

Ele vibra e pulsa o LED com diferentes cores para indicar a proximidade de uma PokéStop ou criatura selvagem. É só apertar o botão pra realizar a ação e ele te avisa se deu certo ou não – no caso de capturar os pokémon, o Plus funciona como se você jogasse uma Poké Ball comum então, caso você se depare com um monstrinho que nunca capturou (o LED acende amarelo), é melhor parar, sacar o celular e quem sabe usar uma fruta e uma Ultra Ball… por garantia né.

Além disso, o acessório Plus também mantém um registro dos seus passos, o que é ótimo para chocar ovos e receber as candies encontradas pelo seu pokémon parceiro – o que é, de longe, minha funcionalidade favorita, porque eu sempre esqueço de ligar o jogo quando vou sair para a rua. :/

pokemon-go-gift

Sinceramente, não sei dizer quanto tempo Pokémon GO ainda me manterá engajado – joguei por uns bons meses em 2016 – mas é certo que passa a sensação de um game mais completo do que à época do lançamento. Poder interagir e jogar junto com os amigos é ponto positivo (aliás, meu Trainer Code é 5189 0537 1385), e o anúncio da conectividade com o jogo Pokémon Let’s Go Pikachu e Eevee (Game Freak, 2018), a ser lançado em breve para o console Nintendo Switch, torna tudo ainda mais atraente.

Eu ainda não participei de nenhum evento importante – como o Dia Comunitário** –, mas talvez me envolva quando rolar algo legal. Pokémon GO continua sendo um jogo simples, mas a Niantic tem sido inteligente na adição de conteúdo e na forma como mantém os jogadores interessados, tanto fãs de longa data quanto aqueles que só querem matar o tédio. Mesmo quando eu parar de jogar, estarei ansioso para descobrir o que o futuro guarda para este game.

*Até a publicação deste post, ainda não tinha conseguido juntar candies para evoluir meu Magikarp.

**Porque os eventos se tornaram mais do que simplesmente se reunir para capturar bichinhos virtuais, os fãs de Pokémon aproveitam o Dia Comunitário para se mobilizar em favor da arrecadação de alimentos para doação, ação que mostra o envolvimento das pessoas com o bem-estar do próximo. Bacana.

Flávio

Me formei na faculdade de Design em 2007, sou apaixonado pela minha profissão, por rock'n'roll, cozinhar, jogar video game, por Star Wars e hamburger. Colaborador do Greenpeace e Médicos Sem Fronteiras.

Uma resposta para “Pois é, voltei a jogar Pokémon GO

  1. Tô tão feliz que você tá jogando! Inclusive, tenho algumas magikarps pra trocar. Algumas inclusive da África, o que é bom porque quanto mais distante for o local de captura entre os pokémon trocados, maior a bonificação de candies 🙂

    Curtir

O que você acha?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s