Heritage Auctions e Wata Games estão manipulando o mercado de games

Há pouco mais de um mês, publiquei aqui no blog opiniões bem sinceras sobre o aumento vertiginoso nos preços dos video games, e como eu imagino que há uma movimentação calculada de um pequeno grupo de investidores na nutrição dessa “bolha” da qual eles tem muito, muito a ganhar. Muitas pessoas, especialmente colecionadores, pensam o mesmo e alguns, com faro jornalístico, têm se aprofundado no assunto e levantado questões que, até hoje, permaneciam no reino das especulações.

É o caso do advogado e jornalista Seth Abramson, e do speedrunner australiano Karl Jobst, que têm investigado muito profundamente as ações da Heritage Auctions e da Wata Games e acusam as empresas de fraude por trás dos recentes leilões milionários de retro games, e manipulação do mercado para inflacionar os preços. Eles afirmam – e apresentam provas – que os envolvidos estão “sistematicamente tentando esconder dados” de um esquema de enriquecimento, e disponibilizaram informações publicamente na internet, com a intenção de espalhar a palavra, chamar a atenção da comunidade gamer e combater esse mercado “artificial” que beneficia o 1%.

Uma das informações refere-se aos “relatórios populacionais” dos games no mercado, isto é, quantas cópias de um determinado game foram lançadas, e quantas ainda existem lacradas e em condições de serem avaliadas e leiloadas. Um exemplo são mais de 750 Super Mario Bros. 3 (Nintendo, 1988) que a Wata avaliou desde sua fundação em 2018, embora somente 65 tenham ido a leilão. Isso sugere que investidores estão segurando centenas de cópias de Super Mario Bros. 3 e colocando-as no mercado aos poucos, para disfarçar a real disponibilidade deles, fazendo parecer raros, e aumentando gradativamente seu preço.

Outra informação importante são provas de que os fundadores e diretores da Heritage e da Wata, especialmente Jim Halperin e Deniz Kahn, têm trabalhado, ao longo dos últimos anos, em uma estratégia muito bem montada para transformar o mercado no absurdo que está hoje – Halperin, inclusive, já foi condenado a uma multa de mais de 1 milhão de dólares por um esquema muito semelhante que ele próprio montou no mercado de coleção de moedas nos anos 1980.

O vídeo abaixo [em Inglês] de quase 1 hora, é resultado do trabalho investigativo de Karl Jobst e aponta, baseado em inúmeros fatos, como a Wata Games e a Heritage Auctions são cúmplices em inflacionar artificialmente o valor do retro games para lucro próprio, o que inclui eles mesmos arrematarem os jogos leiloados (dado que eu havia apontado no meu outro post). O vídeo também mostra como empresas de investimento fracionado, como a Rally, a Otis e a Mythic Markets são responsáveis por comprar uma grande quantidade desses games, para depois vender “ações” para investidores. Há inúmeras outras informações, assistir ao vídeo é obrigatório:

Alerta de esquema! Expondo FRAUDE e ENGANAÇÃO no mercado de video game retro.
Flávio

Me formei na faculdade de Design em 2007, sou apaixonado pela minha profissão, por rock'n'roll, cozinhar, jogar video game, por Star Wars e hamburger. Colaborador do Greenpeace e Médicos Sem Fronteiras.

O que você acha?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s